Header Ads

Breaking News

Cantora faz campanha contra aborto no Grammy: “Escolha a vida”


A indústria do entretenimento é dominada pelo “pensamento progressista”, um eufemismo para a filosofia de esquerda. Durante a 60ª cerimônia anual do Grammy Awards, neste domingo, a artista Joy Villa voltou a chamar atenção por seu posicionamento inverso.

Uma da primeiras estrelas a adentrar o Madison Square Garden, em Nova York, ela usava um vestido branco com uma estampa de um feto. Para combinar, usou uma bolsa com a mensagem “choose life” [escolha a vida], deixando bastante claro sua posição contra o aborto. Villa explicou que ela mesmo fez a pintura e escreveu a frase no conjunto desenhado pela Pronovias.

“Eu sou uma mulher pró-vida. Este ano, escolhi passar uma mensagem no tapete vermelho como sempre,” disse à imprensa. “Eu sou totalmente a favor da vida”. Deixou claro que entende que algumas mulheres têm dificuldades em ter de assumir um filho não planejado, mas que “há outras opções além do assassinato”. Por isso, ela defende que o melhor caminho é, após o nascimento, dar a criança para a adoção.
Aos 26 anos e ainda se firmando no cenário musical, a cantora reclamou que sofre perseguição por sua postura conservadora, mas que não se importa pois “Há muita hipocrisia entre as celebridades”.

Recentemente, ela participou da Marcha Pela Vida, em Washington. Poucos dias depois muitas estrelas de Hollywood fizeram um grande protesto contra Donald Trump.
Como era esperado, ela foi criticada por ter escolhido ir na “contramão” da maioria dos artistas, que defendem o aborto em um momento no qual o governo Trump vem cortando significativamente os subsídios federais à interrupção da gravidez e assinando leis que dificultam a prática.

Para Villa isso não é problema, uma vez que no Grammy do ano passado utilizou um vestido com a frase “Make America Great Again”, comemorando a vitória de Donald Trump com o lema de sua campanha.


Fonte:CBN

Nenhum comentário